Minas Gerais está em alerta para um problema que deveria ter ficado no passado: o sarampo. A doença é uma ameaça para a saúde e pode prejudicar os negócios.

Antes considerada uma doença erradicada do Brasil, o sarampo vem fazendo novas vítimas e causando danos na saúde pública e na vida de diversos brasileiros.

O país enfrenta hoje um verdadeiro surto da doença e, neste ano, apenas no estado de Minas Gerais foram notificados mais de 480 casos suspeitos.

Até agora, o Ministério da Saúde de Minas confirmou 18 casos de sarampo no estado, o que já configura situação de surto ativo da doença.

O que é o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa causada por um vírus, é altamente contagiosa e pode até ser fatal.

Apesar de ser comum na infância, o sarampo voltou a ser visto em jovens e adultos por conta da baixa adesão da população à vacina.

O vírus é passado de pessoa para pessoa e a transmissão ocorre por vias aéreas ao falar, tossir, espirrar ou respirar.

A doença é tão contagiosa que uma pessoa infectada com o vírus pode passá-lo a 90% das pessoas próximas que não estejam vacinadas, ou seja, é grave!

Quem possui um negócio, independentemente do tamanho da empresa, além de ter sérios motivos para ficar preocupado, precisa ficar atento.

Quais cuidados devo ter na minha empresa?

Como Minas Gerais está vivendo um surto da doença, para evitar a ameaça a melhor garantia é verificar com o quadro de funcionários se todos estão devidamente vacinados.

A preocupação com o sarampo é tão grande e séria que diversos estabelecimentos precisaram fechar as portas para evitar novos contágios.

Escolas, shoppings e até hospitais tiveram que ser interditados por conta da suspeita de novos casos nesses locais. Consegue imaginar o tamanho do prejuízo?

Quem não estiver imunizado deve procurar um posto de saúde o mais rápido possível para evitar o contágio.

Ao longo deste post vamos explicar a importância da vacina e como ela é imprescindível para prevenir a doença.

Mas se algum funcionário da empresa foi diagnosticado com sarampo é preciso ter paciência, pois o tempo de duração da doença é de 8 a 14 dias.

E é preciso ter cuidado mesmo após o desaparecimento dos sintomas: a transmissão ainda pode ocorrer após 4 dias de remissão.

Aliás, o sarampo também pode ser transmitido 4 dias antes do aparecimento dos sintomas, então todo cuidado é pouco.

Até porque uma doença tão contagiosa como o sarampo é absolutamente incapacitante por motivos óbvios: qualquer pessoa sem a vacina corre o risco de ser infectada.

E a última coisa que você precisa em tempos de crise é de uma baixa nas vendas, não é mesmo?

Mas se todos os funcionários da empresa estiverem vacinados não há motivo para preocupação.

Sintomas

Um dos primeiros sinais do sarampo é a febre.

O doente também pode apresentar irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso.

Muitas pessoas confundem essa fase inicial da doença com a gripe e, por isso, demoram para procurar ajuda, o que pode agravar ainda mais a situação.

Outra característica comum do sarampo são as manchas avermelhadas pelo corpo.

Não existe remédio específico para tratar o vírus, então o “tratamento” serve apenas para aliviar a febre e a dor.

Como se prevenir

surto sarampo minas gerais

O melhor método de prevenção contra o sarampo é a vacina.

Todas as crianças de seis até onze meses devem receber a dose zero da tríplice viral, que também protege contra a caxumba e a rubéola.

No entanto, essa dose inicial não vale para o esquema tradicional de vacinas, ou seja, a criança deve receber uma nova dose aos 12 meses e outra aos 15 meses (com 30 dias de intervalo para a revacinação).

Essa última dose dos 15 meses de idade vale para toda a vida.

Quem possui de um a 29 anos de idade e recebeu apenas uma dose deve seguir o esquema vacinal e tomar a segunda dose da vacina para completar a imunização.

Mas aqueles que têm entre 30 a 49 anos e nunca foram imunizados precisam tomar apenas uma dose.

Vale lembrar que a melhor alternativa é sempre recorrer à vacina, mesmo sendo possível se imunizar após a idade adulta. Melhor não correr o risco, não é mesmo?

As vacinas são disponibilizadas o ano inteiro de forma gratuita em postos de saúde de todo o Brasil, então nada de desculpa para não se vacinar!

Para evitar que o surto se alastre ainda mais pelo estado de Minas, que tal se cada um fizer sua parte?

Procure um posto de saúde e previna-se!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here