Home Varejo Pernambucanas começa a expansão

Pernambucanas começa a expansão

por Rodrigo Campelo

Você se lembra das lojas Pernambucanas? Se for da turma dos millenials talvez não se lembre a importância dessa loja. As Pernambucanas começa a expansão. Ela está voltando e opera com 375 unidades no final de 2019.

PERNAMBUCANAS NA HISTÓRIA?

A rede varejista Pernambucanas foi fundada no dia 25 de setembro de 1908 na cidade do Recife, em Pernambuco, pelo sueco Herman Theodor Lundgren, que tinha adquirido pouco tempo antes de falecer uma unidade de produção têxtil, chamada de Companhia de Tecidos Paulista, no município de Paulista, localizada na região metropolitana do Recife.

A gigante loja de departamento do Brasil

Pernambucanas – Loja de 1908

Foi a maior loja de departamento e chegou atingir 700 unidades nos tempos de ouro. Sua expansão pelo sudeste veio com a criatividade nas campanhas publicitárias. Em 1962 a campanha é o Frio foi emblemática.
A Campanha das pernambucanas de 1962  “Quem bate? É o frio! Não adianta bater, eu não deixo você entrar” foi marcante.
Em 1970 era a maior rede de lojas do país. Diversificou seus produtos, que além de tecidos e roupas oferecia  eletrodomésticos, informática e similares.

BRIGAS FAMILIARES

A loja atualizada para atender as demandas do novo perfil de consumo

Pernambucanas – Fachada Moderna

No começo seu nome era Casas Pernambucanas estava presente em cidades pequenas do interior. Depois de muitos anos, as brigas familiares fizeram que as lojas desaparecessem do mapa. Depois de uma década de perdas e disputa entre os herdeiros, as lojas Pernambucanas apresentaram em 2018 um plano para voltar a crescer.

As Pernambucanas sempre tiveram muita proximidade com o cliente, principalmente no interior do país.

Pernambucanas – Acervo Histórico

PROJEÇÕES PARA 2020

A companhia fechou 2018 com a abertura de 28 novas lojas no ano seguinte os planos eram chegar a 336 unidades em 9 estados. A grande surpresa foi que a rede fecha o ano de 2019 com mais de 370 lojas.

Estima-se que se continuar entregando o que foi combinado com o mercado, ou pelo menos que o mercado espera, nos próximos anos, a companhia chegará a 458 unidades até o fim de 2021 – ainda longe, portanto, dos tempos áureos.

O Crescimento das Pernambucanas pode se tornar um negócio grandioso. Alguns investidores com quem conversei acreditam que essa movimentação projetada se realize e esperam os resultados com o olhar de uma águia para projetar os passos seguintes.

Mesmo depois de tantos desentendimentos e controvérsias na gestão da empresa, pode-se perceber que a marca continua com uma força impressionante e podem transformar o mercado de negócios de lojas e alavancar muitas operações em shoppings centers.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×

Powered by WhatsApp Chat

×