Home Franquias Como quebrar uma empresa

Como quebrar uma empresa

Um passo a passo simples para te ajudar a levar a sua empresa para o buraco

por Rodrigo Campelo
0 comentário
Como quebrar uma empresa

Muita gente fala sobre ações e modelos funcionais para fazer uma empresa crescer. Dicas e modelos diferentes algumas simples de aplicar e outras complexas demais. Hoje eu decidi fazer o contrário. Vou contar várias coisas que podem te ajudar a quebrar uma empresa. Quem sabe assim você se decide mais rápido por qual caminho seguir.

Como quebrar uma empresa?

Existem diversas razões pelas quais um pequeno empresário pode decidir desistir de manter o seu negócio. Alguns fatores podem incluir um mercado saturado, custos elevados, falta de capital, baixa procura por produtos ou serviços, alta competição, má gestão, problemas de crédito, incertezas econômicas e mudanças governamentais.

Os sinais das políticas públicas e do mercado de grandes corporações afetam em cheio os planos do pequeno empresário que ao olhar para o negócio consolidado pensa “se ele que é grande tá passando por dificuldade, imagina a gente que é pequeno”, essa foi a conclusão do Juscelino Freitas, proprietário de um quiosque de café em Contagem, MG.

Para ele, as pessoas parecem não ter mais dinheiro. Não consomem o que era de costume. Estão mudando para economizar e isso impacta muito no meu negócio, afirma Freitas. Mas entende que não será a primeira e tão pouco a última crise que passará. “Já vivi várias, estamos apenas entrando em mais uma. É o momento de fazer conta, escolher que caminhos seguir para quem já está com o negócio funcionando. Para quem vai entrar, é a oportunidade de pegar a rescisão e colocar em prática o sonho de ser dono do próprio negócio”.

banner

Seu Juscelino conta que começou o negócio depois que foi mandado embora de uma empresa de transportes. Ao longo dos últimos 12 anos, criou os filhos, um advogado e outra terminando medicina na Universidade Federal do Estado. “fiz a minha parte, com o meu negócio. E tenho orgulho disso”, reforça.

Mas o que faz um pequeno empresário desistir de manter o seu negócio funcionando?

Não há uma única resposta para a pergunta. A quebra de uma empresa pode ocorrer de várias maneiras, desde a falência até a venda ou fusão (no caso das grandes). Tudo depende da situação particular da empresa e do objetivo desejado.

A recuperação judicial que tem sido tão falada nos últimos tempos é um modelo para salvar a empresa. É como se a empresa fosse para o CTI para recuperar, organizar e voltar ativa. Quem entra no hospital e  vai para o Centro de Tratamento Intensivo tem a certeza de que vai melhorar e terá toda atenção, exames necessários, concorda?

Mas nem todo mundo que fica com atenção inteira volta. E isso acontece com as empresas também. Cria-se o plano de Recuperação Judicial que pode ser extrajudicial sem abertura de processos, diretamente com os fornecedores ou judicial em que o juiz precisa aprovar.

Como quebrar uma empresaO resultado é que acontece uma pausa pagamentos, congela juros cria um plano para pagar todas as dívidas, mas ai entram outros fatores como o mercado, as políticas públicas que interferem diretamente na circulação de dinheiro e no poder de consumo da população.

Algumas estratégias comuns para quebrar uma empresa incluem: Não ter controle financeiro e não ter uma política de redução de custos, Não se preocupar com a reestruturação de operações, Não reduzir e renegociar dívidas, Vender os ativos (imóveis, carros, equipamentos) e por fim a fusão com outra empresa que pode decidir manter o nome e o negócio ou não.

10 motivos operacionais que podem quebrar uma empresa

  1. Falta de planejamento estratégico. Planejar para que? Vai tocando o negócio e resolvendo cada coisa do jeito que der. Assim o caminho fica fácil para ter problemas.
  2. Falta de foco nos clientes. Quem é que gosta de cliente? Cliente se fosse bom chamava amigo. Ele tem que pagar a conta e pronto.
  3. Problemas de gestão de pessoas. Funcionário não pode ter folga. Eles ficam folgados demais e não produzem.
  4. Falhas na gestão de processos. Processo bom é aquele que eu faço. Sou o único na minha empresa que trabalha. O resto só fica olhando eu fazer.
  5. Problemas de gestão financeira. O dinheiro da empresa é meu, faço com ele o que bem entender.
  6. Problemas nas operações. Que problemas? Nada tá acontecendo nas minhas lojas. É o povo que não quer trabalhar.
  7. Desenvolvimento inadequado de novos produtos. Quem tem que produzir e criar são os outros. Eu só vendo.
  8. Falta de inovação. Já sou inovado demais. Tenho sistema aqui na empresa. Deixa o povo criar e a gente aprende com e usa o que eles fizerem.
  9. Problemas de marketing. O marketing é bom, ruim é o preço dele. Como é caro, não faço. O povo precisa perceber que eu tenho tudo o que ele precisa e vir aqui e pronto.
  10. Falta de resposta adequada às mudanças no mercado. Esse negócio de mudança de mercado é mentira. Mercado é o mesmo desde que o mundo é mundo. Muda uma coisinha ali, uma coisinha aqui. Mas no final tudo é igual.

Essas respostas vem de um levantamento em que gestores antigos e gestores inadequados usam como justificativa para problemas que surgem em seus negócios. Você já teve algum pensamento assim? Age dessa forma? Se sim, você está preparado para quebrar a sua empresa e não perpetuar o seu negócio.

Erros na gestão de uma empresa de serviços

Se observar bem, os motivos operacionais servem para todos os segmentos. Mas o ambiente de serviços traz algumas características ainda mais diretas. Principais erros que podem levar uma empresa de serviços:

  1. Não deixar claro para o cliente qual será a entrega;
  2. Fazer a conta de cabeça no achismo sem avaliar corretamente o que pode impactar no seu negócio. Não ter um acordo de variação de preços.
  3. Não ter margem para fazer uma reserva financeira. Usar todo recurso para fazer a entrega.
  4. Investir em produtos para ajudar a entrega do serviço de forma inadequada
  5. Problemas na qualidade e ser obrigado a refazer o serviço para alinhar a expectativa e realidade do seu cliente;

================================================================================================== Gostou deste conteúdo? Visite o portal, e descubra que existem muitas informações importantes que podem te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de empreender. Compartilhe com amigos e familiares e siga a gente nas redes sociais. A Negócio e Franquia está no Instagram, no Linkedin. Você pode acompanhar no canal do Spotify e até mesmo baixar as músicas do Playlist do empreendedor. Se inscreva no Canal do Youtube e acompanhe a coluna independente na Rádio Super FM.

 

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais