Home Negócio e FranquiaFranquia O momento do Repasse de Franquias

O momento do Repasse de Franquias

por Rodrigo Campelo

Ter o próprio negócio é o sonho de todo empreendedor. Pelo menos é o que demonstra o estudo realizado pela MindMiners, em parceria com o PayPal, que fez um raio X do empreendedorismo no Brasil. De acordo com o levantamento 66% dos brasileiros querem abrir o próprio negócio para ter mais liberdade e autonomia. Isso demonstra o momento do repasse de franquias.

Como diz o velho ditado, enquanto alguns choram, outros vendem lenços. E isso é o que tem acontecido com o mercado de repasse de franquias.

MOTIVOS QUE PODEM LEVAR UMA PESSOA A REPASSAR O SEU NEGÓCIO

  • Mudança de cidade ou estado;
  • porque deseja se aposentar;
  • Por doença;
  • Porque desejam simplesmente sair do mercado;
  • Em alguns casos, pode ser por má gestão na operação do negócio;
  • Ou até mesmo por falta de fôlego financeiro.

O fato é que por qualquer que seja o motivo, o repasse pode ser a solução para não perder dinheiro, para quem vende e uma oportunidade de começar um negócio estruturado para quem compra. E isso é mais comum do que a gente imagina.

Só para você entender, fazer a compra de uma franquia em operação é relativamente simples. As regras para aquisição de uma franquia são as mesmas para a compra de uma empresa tradicional, entretanto é preciso ficar atento.

DOIS LADOS DA MESMA MOEDA

Para entender a regra do jogo é preciso definir os papeis e os cuidados necessários para tomada de decisão. É importante ressaltar que no processo de venda de uma empresa, seja ela franqueada ou não, a contabilidade tem um papel importante e fundamental, uma vez que tudo será avaliado pelo que está contabilizado.

Para isso é imprescindível para quem vende ter todas a contabilidade em dia e para quem compra consiga entender o histórico financeiro da empresa que está sendo adquirida.

O momento do Repasse de Franquias

Imagem de Pexels por Pixabay

Além disso, quando se trata de franquias tem uma situação ainda mais importante: o comprador precisará ser aprovado pelo franqueador. E fique atento, você somente poderá fechar negócios com pessoas que sejam APROVADAS PELA FRANQUIA.

VANTAGENS DE COMPRAR UM NEGÓCIO EM FUNCIONAMENTO

Há muitas características favoráveis para investir em um negócio que já existe, como uma enorme redução dos custos iniciais de abertura, que incluem taxas e a compra de materiais, móveis, estoque, taxas de franquias, dentre outros itens.

Além disso, é possível aproveitar o fluxo de caixa, os créditos e o estoque já existentes para levar as operações adiante. Tudo sem contar que, se a empresa já conta com um bom nome no mercado, fica mais fácil seguir e ampliar o sucesso do negócio.

DESVANTAGENS DE COMPRAR UM NEGÓCIO EM OPERAÇÃO

Por outro lado é preciso conhecer os riscos implícitos em comprar uma operação em funcionamento. Dentre as desvantagens de comprar uma empresa que já existe está o valor do investimento, que em alguns casos, pode ser bem alto e até maior do que o custo para começar um negócio do zero.

No valor do investimento em uma empresa pronta já constam a carteira de clientes, o número de funcionários e custos trabalhistas, por exemplo. E ainda é preciso ficar atento para descobrir se não há outros problemas ocultos, como dívidas que talvez você não tenha condições de quitar.

Outros dados importantes a analisar se referem a licenças e autorizações para operar, que tem relação direta com o tipo de negócio e devem seguir as regras do estado onde a empresa está instalada. Por isso é preciso verificar se a empresa está em dia com todas as licenças.

Uma dica fundamental é verificar se a empresa está localizada em um lugar em que é permitido exercer as atividades, conferindo as leis básicas do município para checar se está operando dentro das normas de zoneamento.

6 REGRAS PARA O REPASSE DE FRANQUIAS

Trocar um franqueado pode até parecer fácil, mas é preciso seguir algumas regras para dar segurança jurídica a todos os envolvidos.

  1. Feche um acordo de confidencialidade – Isso indica que você não usará as informações sigilosas da empresa em questão para qualquer outra finalidade que não seja a tomada de decisões sobre compra-la ou não.
  2. Verifique concessões e contratos em vigor – Se a empresa que você está analisando já possui algum contrato de concessão, de franquias ou um arrendamento atual para o local onde está instalada, verifique contratos de locação e esteja ciente de que você terá duas escolhas: assumir os pactos existentes ou negociar novos contratos.
  3. Revise declarações de impostos – Analise as declarações fiscais da empresa nos últimos cinco anos. Isso irá ajudá-lo a verificar a rentabilidade real do negócio e ficar ciente de qualquer tipo de responsabilidade fiscais e dívidas.
  4. Analise documentos importantes – Existem inúmeros documentos importantes de uma empresa pronta a analisar antes de fechar negócio. Por exemplo: documentos de propriedade, patentes e marcas, registros de compra e venda, lista de clientes, veículos que compõem a frota quando for o caso, quantidade de empregados, registros e livros da contabilidade, dentre outros.
  5. Conheça o Franqueador – Lembre-se que ao comprar uma franquia deverá seguir as regras e determinações do modelo de negócios. Para isso é preciso ter a aprovação do franqueador. Sem a aprovação o seu negócio pode ir por água a baixo. Saiba que ao comprar uma franquia, deverá fazer todos os treinamentos definidos no contrato de franquia e na circular de oferta de franquias daquela operação.
  6. Conte com ajuda profissional – Não tenha vergonha de pedir ajuda. Para analisar documentos legais, conte com a ajuda de um advogado e, para verificar a contabilidade geral da empresa existente promovendo uma avaliação completa da situação financeira desta, contrate um contador. Estes passos são fundamentais para que você tenha plena ciência de tudo o que irá assumir quando fechar a compra da empresa.

Essa modalidade de venda de empresas pode ser uma saída possível para evitar que negócios fechem as portas e prejudiquem franqueadores, franqueados, colaboradores, o município e até mesmo o estado em que está implantada. Vale destacar ainda que muitos repasses possuem bons resultados financeiros, fazendo com que sejam uma alternativa interessante para quem deseja empreender.

========================================================

Acompanhe o portal Negócio e Franquia nas redes sociais. Pegue seu celular e siga a gente no Instagram e no Linkedin. Se inscreva no Canal do Youtube e assista nossos PodCasts na Rádio Super FM.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×