Imagine que você tem um negócio de sucesso, um empreendimento criado por você e que demonstra enorme potencial de expansão. Então um dia você se pergunta: “Será que não seria a hora de transformá-lo em franquia?” É possível, mas que fatores são determinantes para que você consiga se tornar um franqueador? O processo é complexo e não é barato. Mas pode valer muito a pena se você prestar atenção em algumas das melhores práticas para franquias que elencamos abaixo.

1. Tenha uma reserva de capital

Antes de mais nada, certifique-se de possuir o capital necessário para começar a franquear. É claro que isso incluirá todos os custos relativos ao suporte de franqueados e recrutamento de candidatos.

Fique ligado: a margem de venda de uma franquia costuma ser baixa. Além disso, o número de franquias que você vende pode variar muito de um mês para o outro. Esteja preparado financeiramente para enfrentar essa realidade.

2. Tenha um plano de marketing

Na busca pelos franqueados adequados, você precisa definir de antemão qual o perfil que procura. E não só: sua marca tem que se tornar conhecida através de ações de marketing bem direcionadas. Onde você pretende divulgá-la? Além dos canais tradicionais, como feiras de franchising, hoje em dia existem opções como redes sociais, Adwords, blogs e outros. Sua verba é o limite.

melhores práticas para franquias

3. Seja transparente com os candidatos

OK, agora você já divulgou sua marca e os candidatos a franqueados começam a aparecer. Não pense que seu trabalho terminou aí. Pelo contrário, ele está apenas começando. Cabe a você ter o máximo de transparência para que o interessado conheça sua sede e possa descobrir se realmente se identifica com seu negócio. Também é fundamental que você dê tempo para que o candidato possa analisar as próprias finanças antes de subir a bordo. Só assim você garante o sucesso da rede que está começando a montar.

4. Dê suporte em todas as etapas do franqueamento

É essencial que você tenha uma boa equipe para fazer os primeiros contatos com o candidato, mas não apenas isso.

Uma franquia sólida deve contar com um programa de treinamento e manuais que orientem o franqueado em seu dia a dia.

Lembre-se: o acompanhamento do franqueado começa antes da abertura da loja e não termina nunca, uma vez que você deve oferecer atualizações e feedbacks personalizados.

É claro que nada disso seria possível sem bons consultores de campo, que visitem as unidades regularmente atuando simultaneamente como consultores propriamente, treinadores e inspetores.

5.Escolha os pontos

Esteja ao lado do novo franqueado na hora de escolher um local para a instalação da unidade. Fique atentos às reformas e licenças necessárias e escolha arquitetos pelo seu currículo, não pelo preço mais em conta.

Conclusão

O que está nas entrelinhas de todas essas melhores práticas para franquias? A resposta é: bom relacionamento. Estabelecer confiança e transparência entre cada franqueado e a franqueadora é fundamental. Aprenda também a escutar seus parceiros de operação. Programar reuniões periódicas para isso pode ser uma boa dica. Preocupe-se não apenas com o que você vai dizer, mas com o que eles têm para lhe contar.

Por último, compartilhar inovação e resultados é o que se espera de uma rede de franquias de sucesso. Você está pronto para montar a sua?

Para saber mais: Associação Brasileira de Franchising

Leitura recomendada: Tenho capital para o negócio, mas não sei por onde começar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here