Home Políticas Públicas 5 erros para evitar ao abrir uma franquia

5 erros para evitar ao abrir uma franquia

por Gabriela Ravazzi
2 comentários
5 erros para evitar ao abrir uma franquia

Como em qualquer outro negócio, abrir uma franquia requer a mesma atenção e cuidado com diversos aspectos antes de assinar o contrato. Por isso, separamos 5 erros para evitar ao abrir uma franquia para você evitar problemas na unidade.

As dicas valem tanto para investidores de primeira viagem quanto para aqueles que já estão familiarizados com o franchising.

1. A franquia não funciona sozinha

Esse é um dos erros mais comuns dos interessados em investir no franchising.

Por oferecer todo o suporte necessário durante a operação, alguns investidores acreditam que a empresa vai se sustentar sozinha e que o lucro será apenas questão de tempo. Isso não é verdade.

banner

Investir em uma marca conhecida não é garantia de que o negócio terá sucesso. É dever do franqueado “colocar a mão na massa” e aplicar os padrões de funcionamento elaborados pela franqueadora para colher os resultados esperados.

2. Não subestime o treinamento

Muitos investidores não dão a devida importância ao treinamento antes de entrarem de cabeça no franchising e acabam caindo no mesmo erro do item anterior: achar que a franqueadora resolverá todos os seus problemas sem que você demonstre o mínimo de interesse.

Mesmo tendo experiência no segmento que decidiu atuar, o franqueado deve ter em mente que o treinamento será seu principal aliado durante a operação, já que é neste momento em que são detalhados todos os estágios do negócio, afinal, como ter sucesso em uma empresa que você não sabe nem como funciona?

As franqueadoras sabem da importância da prática e em algumas marcas essa preparação é obrigatória.

3. Ponto comercial ruim

O investidor que levar o treinamento a sério provavelmente vai se lembrar que o local escolhido influencia diretamente no desenvolvimento da unidade.

Escolher um ponto comercial que não tenha nada a ver com seu negócio pode complicar de vez suas vendas. Por isso, é de extrema importância analisar quem é seu público-alvo e, o mais importante, onde ele está.

Se sua unidade funciona apenas durante o horário de almoço, por exemplo, não faz sentido abrir a loja em um local onde há pouco movimento durante esse horário.

4. Falta de capital

Você tem dinheiro para abrir a franquia, mas não tem o suficiente para mantê-la funcionando? Cuidado, pois todo seu investimento irá por água abaixo.

Dentre os itens mais importantes que envolvem uma franquia, o capital de giro, sem dúvida, é o de maior destaque. É que muitos investidores destinam 100% de suas reservas para ações pontuais como a obra e o pagamento da franquia, e esquecem que vão precisar de uma reserva para manter a unidade de portas abertas.

É importante lembrar que durante os primeiros meses de operação o dinheiro que entra não é suficiente para manter a empresa funcionando sozinha, pois o ponto de equilíbrio ainda não foi atingido.

O franqueado também deve ter em mente que algumas despesas são fixas, como folha de pagamento dos funcionários e aluguel do ponto, por exemplo. Além disso, despesas adicionais podem surgir no meio do caminho e é sempre bom ter uma reserva para evitar problemas.

5. Escolha do segmento

Apesar de estar por último, a escolha do segmento e do tipo de negócio são os fatores mais importantes a serem levados em consideração ao abrir uma franquia.

Não cometa o erro de escolher determinada marca por simples capricho, apenas por ser famosa ou porque parece ser um bom negócio. Não vá contra seus instintos: seu perfil e suas aptidões dizem tudo sobre o negócio ideal para você.

Não gosta de ter preocupações durante o fim de semana? Então com certeza não é uma boa ideia investir em uma loja no shopping. Acha que o segmento de alimentação dá muita dor de cabeça e que lidar com diversos fornecedores é muito complicado? Não abra um restaurante.

Nem todo treinamento e suporte do mundo são capazes de mudar certas coisas. Por isso, coloque em primeiro lugar suas afinidades e pergunte a si mesmo que tipo de trabalho gostaria de exercer.

Após colocar tudo na balança e aplicar todas essas dicas, vai ser bem difícil não registrar os resultados esperados na unidade. E se você quiser um acompanhamento mais específico para garantir seu investimento, descubra o que a Prosper Negócios pode fazer por você.

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Newsletter

Assine nossa newsletter para novos conteúdos especializados. Mantenha-se atualizado.

©2023 Negócio e Franquia. Todos os Direitos Reservados. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais