Home Franquia Kookabu avança no setor de franquias

Kookabu avança no setor de franquias

por Redação
Kookabu avança no setor de franquias

O mercado de roupa infantil para muitos é um mar de oportunidades. Pensando nesse ambiente a Kookabu avança no setor de franquias. No Brasil hoje são mais de 25 mil fábricas que produzem quase 6 milhões de peças por ano.

O Grupo Brascol, maior atacadista brasileiro de roupas e artigos para bebês e moda infanto juvenil, foi criado há 33 anos por uma família libanesa visionária que transformou uma pequena loja na Rua Silva Teles, na zona leste de São Paulo, em uma mega loja atacadista de 11 mil metros quadrados no bairro do Brás, maior polo de vestuário do estado de São Paulo.

Com o empreendedorismo incentivado pela pandemia, a marca recebeu a visita de mais de 80 potenciais franqueados durante o maior evento do setor do país.

Captação de Franqueados na feira

Um dos desafios dos franqueadores é busca por franqueados. Canais de interação e divulgação em feiras e eventos tem sido um caminho usual para as franquias.

Lançada oficialmente na última edição da ABF Franchising, realizada de 22 a 25 de junho, em São Paulo, a franquia de moda infantil Kookabu prospectou mais de 80 potenciais clientes durante o evento, prevendo que 20% desse total deve concretizar o negócio. O resultado obtido aumentou as expectativas da marca em relação ao crescimento da rede de franquias, que estima a abertura de 17 lojas dentro dos próximos 12 meses. “O lançamento da franquia Kookabu superou nossas expectativas iniciais, reforçando nossa percepção sobre a adequação do produto para a nova geração de empreendedores que surgiu em razão da pandemia”, analisa Carlos Eduardo Padula, CEO da rede.

Para o empresário o principal diferencial está no desenvolvimento de uma franquia multimarcas. “Nossos diferenciais, que incluem a possibilidade de franquia multimarca, estoque adaptável às diferentes regiões e rápida reposição, aliados ao know how do Brascol, maior distribuidor de moda infantil do País, foram fundamentais para conquistar esse empreendedor que busca um negócio seguro em um setor em franco crescimento”, completa Padula.

Estados de atenção para expansão

Kookabu avança no setor de franquiasDentre as prospecções, os empreendedores de São Paulo se destacam, somando 57% dos interessados, seguidos por Minas Gerais (8%), Mato Grosso e Rondônia (5%) e Pará, Goiás e Paraná (4%). Desse total, 50% já possui algum tipo de negócio, enquanto a outra metade inicia a busca por oportunidades para empreender.

Roupa de criança no passado

Os modelos que conhecemos hoje são da modernidade dos tempos atuais. No passado, o primeiro ano de vida das crianças era um verdadeiro desafio. Da cabeça aos pés elas eram totalmente envoltas em faixas com o objetivo de mantê-las aquecidas e ao mesmo tempo prevenir ou corrigir a má formação do esqueleto.

Kookabu avança no setor de franquiasDe um a cinco anos usava uma túnica simples unissex, de cor única, preta, vermelha ou marrom, com fendas laterais para facilitar o movimento das pernas, muitas vezes com cortes na frente ou posterior para facilitar a limpeza e higiene, sem distinção entre os sexos. Contudo, no final de 1500, a moda introduziu uma variante nesse vestuário.

A revolução da moda chegou com Jean Jacques Rousseau, em 1762, que combatia as roupas infantis que não davam liberdade de movimento. E para isso foi estabelecido alguns padrões de uso como a roupa de marinheiro, com paletó azul e golas brancas grandes, depois a roupa do pequeno Lord que trazia as calças até os joelhos. Por fim, o Etan, modelo com calças compridas e paletó curto na cintura, moda inspirada no aristocrático colégio Eton, da Inglaterra. Somente a partir do século XX que a preocupação das roupas mais confortáveis, leves e práticas para as crianças foi definitivamente levada a sério. Modelo que é usado até os dias atuais.

Kookabu – Franquia

  • Início da expansão por franquia: 2021
  • Associado ABF – Associação Brasileira de Franchising
  • Investimento total aproximado: entre R$ 350 e R$ 400 mil (dependendo do ponto e do tamanho da loja);
  • Taxa de Franquia: R$ 60 mil;
  • Royalties: 5% sobre faturamento
  • Fundo de propaganda: 1,5% sobre faturamento
  • Área mínima de uma unidade: a partir de 40 metros quadrados (shoppings e centros comerciais)
  • Número mínimo de pessoas na operação: 5
  • Faturamento médio por unidade: entre R$ 140 a R$ 150 mil*;
  • Lucratividade: entre 10% e 15%*;
  • Prazo de retorno do investimento: entre 30 e 36 meses após a abertura do negócio.(*) estimado

=======================================================================================================Gostou deste conteúdo? Visite o portal, e descubra que existem muitas informações importantes que podem te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de empreender.  Compartilhe com amigos e familiares e siga a gente nas redes sociais. A Negócio e Franquia está no Instagram, no Linkedin.  Você pode acompanhar no canal do Spotify e até mesmo baixar as músicas do Playlist do empreendedor. Se inscreva no Canal do Youtube e acompanhe a coluna independente na Rádio Super FM. 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

Don`t copy text!
×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

×