Home Indústria Comemoração do dia do Pão de queijo

Comemoração do dia do Pão de queijo

por Rodrigo Campelo

O pão de queijo é um dos grandes ícones da culinária mineira. Tanto que foi criado um dia para a comemoração do dia do pão de queijo. Por aqui, todo mundo gosta e muita gente sabe fazer. Cada um tem o seu jeitinho de fazer a melhor receita. No fundo todo mundo sabe que tem que ter polvilho e queijo.

O pão de queijo é tão democrático que cabe em todo lugar, seja no café da manhã, em lanches ou festas. Queridinha dos mineiros, a iguaria ganhou até uma data especial para ser celebrada, por iniciativa do Serviço Nacional de aprendizagem Comercial (Senac/MG) e pela Frente de Gastronomia Mineira, foi instituído o Dia do Pão de Queijo no dia 17 de agosto.

Amanhã começa a comemoração do dia do Pão de Queijo e atentos à demanda por este produto, indústria e varejo investem para apresentar novidades e vender mais.

Vinícius Dantas, presidente da Associação Mineira da Indústria de Panificação (AMIP), entidade que compõe o Sindicato e Associação da Indústria de Panificação (Amipão), destaca a importância do produto no resultado de venda das padarias do estado.

O empresário aponta que a possibilidade de variação de produtos e acompanhamentos, a partir da massa de pão de queijo agrada muito a todos os gostos e clientes.

“O pão de queijo oscila entre o segundo e terceiro lugar nas vendas. É um produto com um apelo emocional forte, que faz parte da cultura mineira. É leve, não contém glúten e é muito apreciado pelas crianças. Além disso, a sua versatilidade favorece a venda, tanto para consumo em casa quanto dentro da própria padaria, em lanches”,

No Verdemar a produção diária atinge a marca de 3 mil pacotes. A receita tradicional é a mais vendida, seguida da variação com pedacinhos de queijo.

Inovação

Recentemente, o supermercado Verdemar lançou um sorvete sabor pão de queijo. Feito com a receita original de pão de queijo produzido, o sorvete tem o sabor característico da iguaria e pode ser apreciado como um lanche, acompanhado de um café – gelado ou quente – ou pode ser usado como complemento a outros produtos típicos de Minas Gerais: doce de leite, goiabada e muitos outros.  Eita, até me deu fome.

Inovação Apreciado em outros Estados

Em São Paulo a iguaria mineira tá ganhando cada dia mais força. Dá pra acreditar? Agora os paulistas estão inovando com presunto cru e queijo do reino, gorgonzola e noz-pecã e o nosso já conhecido e tradicional Presunto e queijo.

Essas inovações você pode encontrar em São Paulo no Mestre Queijeiro e Julice Boulangere.

Comemorações

Se depender dos panificadores, o Dia do Pão de Queijo não vai passar em branco. Na capital ou no interior as empresas estão se movimentando pelo dia. Um campeão de vendas merece um dia bem festivo.

Na padaria e lancheria Premialy, que possui oito pontos de venda distribuídos nas cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, no vale do Aço, diversas opções do produto serão vendidas pelo valor de R$ 1,99 cada 100 gramas.

O objetivo do Antonio Eugênio Fernandes, proprietário das unidades, é aproveitar a data para melhorar a venda do produto e suas variações, como os pães de queijo recheados e os artesanais, que não utilizam massa pronta, e com isso valorizar este patrimônio da gastronomia mineira.

Acredite! Existe franquia de pão de queijo. Vamos conhecê-las? 

CASA DO PÃO DE QUEIJO

Pioneira na comercialização do pão de queijo, a Casa do Pão de Queijo ainda serve a tradicional receita do prato criada por Arthêmia Carneiro, que estampa a logo da marca.

As lojas ainda servem o pão de queijo em versões diversificadas (mini, multigrãos, recheado em cinco opções de sabores) e outros pratos – sanduíches, paninis, folhados, pastéis de forno, além de bebidas quentes e geladas. Em expansão por franchising desde 1987, a rede conta com mais de 350 unidades em todo o Brasil e disponibiliza franquias nos modelos de loja e quiosque.

Investimento total: a partir de R$ 190 mil
Taxa de franquia: R$ 45 mil
Royalties: 3% do faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 24 a 40 meses

CHEIRIN BÃO

A Cheirin Bão é um empório especializado em culinária mineira. A proposta da marca é levar o aspecto tradicional de Minas Gerais para seus quiosques, que contam com decoração inspirada na cultura fazendeira do estado. Além dos pães de queijo, as franquias vendem cafés especiais, broa de milho, empanadas, folhados, cachaças, pimentas, queijos e doces, entregando tanto alimentos para consumo no local quanto para compras.

Investimento total: a partir de R$ 79 mil
Taxa de franquia: incluso no valor de investimento
Royalties: R$ 1 mil
Faturamento médio: R$ 42,6 mil
Prazo de retorno: 3 a 11 meses

REI DO MATE

Os pães de queijo são um dos destaques da Rei do Mate, rede de cafeterias com mais de 300 unidades ativas em todo o país. A rede comercializa o pão de queijo tradicional, servido individualmente; o “copão de pão de queijo”, com formato menor servido em porções; e o pão de queijo multigrãos. O cardápio inclui ainda outras opções de lanches e salgados (pães, empadas, croissants, coxinha, broa etc.), bebidas quentes e geladas (mates, cafés, chás, sucos etc.), açaí e sobremesas. A franqueadora oferece modelos de negócio de loja e quiosque.

Investimento total: R$ 250 mil a R$ 480 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 29,5 mil
Royalties: 4% do faturamento bruto
Faturamento médio: não informado
Prazo de retorno: 30 a 48 meses

MEGAMATTE

Além do pão de queijo, a Megamatte também tem em seu cardápio opções de croissants, sanduíches, salgados, salada de frutas, cookies, açaí, cafés, sucos naturais e bebidas de mate. Fundada no Rio de Janeiro em 1994, a marca conta com 130 unidades em funcionamento no país. São três modelos de franquia: loja, quiosque e container.

Investimento total: R$ 197 mil a R$ 319 mil
Taxa de franquia: R$ 22,9 mil a R$ 35 mil
Royalties: 4% do faturamento
Faturamento médio: R$ 45 mil a R$ 75 mil
Prazo de retorno: 24 a 36 meses

MORDIDELA

A Mordidela é uma rede de franquias de salgados que aposta em uma versão diferenciada do prato queridinho mineiro: o pão de queijo frito crocante, servido em porções com várias unidades em tamanho mini. O cardápio da marca inclui ainda opções de coxinha, bolinha de queijo, batata frita, quibes, sanduíches, churros, doces, açaí, cupuaçu, pitaya e sucos.

Investimento total: R$ 64,5 mil
Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 30 mil
Royalties: 20% das compras
Faturamento médio: R$ 35 mil
Prazo de retorno: 12 meses

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×