Home Destaques ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquias

ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquias

por Rodrigo Campelo
ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquias

A ChilliBeans foi pioneira em diversas coisas. Foi a primeira no conceito de ótica self service, que permite que o cliente possa manusear e experimentar os produtos, e foi a primeira do segmento a ter uma máquina de customização, que permite que o cliente fabrique os seus próprios óculos. E como a ChilliBeans  tem observado a mudança no mercado de franquias?

O início de tudo

A historia da marca começa em 1997 em São Paulo. Depois de 25 anos de mercado, conta com mais de 1.000 PDV´s e vem acompanhando com o olhar atento o que vem sendo proposto pelo mercado de franquias. De acordo com o fundador da Chilli Beans, Caito Maia, o foco nos negócios é fundamental para ter sucesso.

Tudo agora é chamado de REVOLUÇÃO 4.0, FRANCHISING 4.0,  mas nem tudo é focado baseado apenas em inovação. ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquiasPela ótica de quem nunca ficou parado, a Chilli Beans deu grandes passos antes mesmo do discurso atual da tranformação tecnológica, carregada de inteligência artificial, Internet das coisas, Blockchain entre outras variáveis.

Entretanto, no mercado de franquias não é diferente. A chegada do modelo Franchising 4.0, traz alguns temas polêmicos baseada princpalmente no crescimento acelerado. Esse modelo que também é chamada de expansão exponencial tem como principal objetivo ampliar redes num curto espaço de tempo.

Para atender e participar dessa transformação algumas empresas se tornaram aceleradoras de franquias e desenvovleram metodologias próprias para levar o maior número de marcas a mais lugares num menor espaço de tempo.

Para Caito Maia, fundador da Chilli Beans o modelo deve ser pautado pelo planejamento e foco. “Eu sempre acredito em evolução, em inovação, em desbravar novos caminhos, a história da Chilli Beans é essa. Por outro lado, a nossa filosofia de crescimento é bem definida: sustentável, com planejamento, sempre priorizando o franqueado, que é o nosso principal parceiro de negócios. Acelerar sim, mas perder o foco,  nunca”.

Na contra mão deste crescimento, muito se especula sobre manter as franquias sustentáveis com o crescimento uma vez que as vendas acontecem muito rápido.  A aceleração de pequenas redes pode ser um caminho sustentável desde que tenha o foco em planejamento “todo caminho pode ser sustentável desde que bem planejado, saudável, com relação ganha- ganha pra todos. Acho que é mais uma questão de filosofia de como fazer negócios do que de números em si”, reforça Caito.

Outro ponto de destaque dentro do Franchising 4.0 é um possível movimento do mercado, de uma forma geral a sensação de que existem franqueadores com muitas marcas se destacando sobre franqueados com marcas únicas“Não posso falar pelo mercado, posso falar por nós. Priorizamos a relação de parceria e confiança com o franqueado Chilli Beans, nossa principal razão do sucesso. Temos uma relação próxima e bem intensa com todos eles. Conheço todos, eles têm acesso direto a mim, eu já visitei mais de 800 lojas da nossa rede. Somos grandes, mas somos uma família onde todos tem voz e todos trabalham com o mesmo objetivo: gerar bons negócios. Pessoalmente, acredito que quem põe sua energia num só negócio colhe resultados mais sólidos”, completa Caito.

ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquias

Eco Chilli – loja container

O crescimento da rede

E já que o tema é a discussão sobre expansão, como descobrir para onde o radar da ChilliBeans está apontando. Mesmo depois de chegar a mais de 1.000 pontos de venda, o plano de crescimento continua no foco. “estamos a todo vapor. Não só no Brasil, mas expandindo internacionalmente também. Até o final do ano temos a meta de dobrar as nossas lojas internacionais. E estamos investindo em novos formatos, acabamos de lançar o Eco Chilli, loja container toda sustentável e com custo menor, pensada para cidades menores – onde uma loja tradicional talvez não seja a opção mais rentável. 

A escolha de novos franqueados

O fato é que o fator humano dentro desse novo contexto de mudanças no modelo de franquias deverá ser pensado de forma sistêmica. A relação entre franqueadora e franqueado deverá cada vez mais ficar cada vez mais próxima. Uma vantagem para quem tem um tempo maior de estrada, pois fica mais fácil conhecer o perfil desejado na seleção de franqueados.

ChilliBeans tem observado a mudança no mercado de franquias

Caito Maia – Fundador da Chilli Beans

Com tantas etapas vencidas  muitas vezes cria-se um modelo para ajudar a entender as características que são essenciais para trazer para a marca.

Em alguns casos pode ser mais importante definir o que não se quer ter por perto. Escolher o perfil adequado não é uma tarefa fácil e muito menos matemática. Está associado muito a proximidade do perfil do candidato ao propósito da empresa.

Uma coisa que fica claro na Chillibeans é que para ser franqueado da marca não basta só ter dinheiro. É preciso muito mais do que isso. E a Chillibeans aprendeu bem como fazer essa seleção.  “claro que a pessoa precisa ter disponibilidade para investir, mas para nós tão importante quanto isso é o brilho nos olhos, a identificação com os valores e cultura da marca e, claro, muita pimenta na veia, reforça Caito.

Capacitação e Treinamento dos franqueados

A capacitação e o treinamento de franqueados é um dos grandes gargalos no setor de franquias. Muitas franquias prometem e não entregam e com isso não fortalecem a rede. Além disso, a falta de conhecimento torna escassa a seleção de mão de obra para atuar junto aos franqueados.

A franqueadora tem um papel importante de se tornar um hub de conteúdo e transmissão de conhecimento. É preciso treinar cada vez mais franqueados e funcionários. Mas ao contrário do que se pensa, muitas empresas tem evoluíndo na criação de conteúdos e de ferramentas para levar informação de forma rápida e objetiva. A adequação no formato de aprendizagem ajudou a ChilliBeans a se consolidar com a criação da UniChilli, no formato digital por aplicativo.

O que pode ser esperado do futuro desse novo modelo de negócios

Franchishing 4.0. exige muita atenção, primeiro porque é algo novo que está sendo construído, depois porque nem todas as marcas estão prontas para se aventurar pelo modelo proposto.

A franqueadora deve ter mais atenção desde o momento inicial, quando o franqueado ainda é um candidato. Perceber as capacidades tanto de gestão quanto as de seguir regras. Avaliar a aderência do perfil ao modelo de negócios. Vender rápido pode trazer pessoas com expectativas muito altas.

Deve também estar pronta para entregar tudo o que combinou e firmou em contrato. É uma relação de negócios e como todo começo é importante alinhar informações para que o efeito da velocidade não se torne algo nocivo aos negócios.

Olhar para empresas com caminhos traçados, aprender com o erro e os planos delas pode ser um ganho de tempo e financeiro para quem está começando no ambiente de franquias.

=======================================================================================================Gostou deste conteúdo? Visite o portal, e descubra que existem muitas informações importantes que podem te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de empreender.  Compartilhe com amigos e familiares e siga a gente nas redes sociais. A Negócio e Franquia está no Instagram, no Linkedin.  Você pode acompanhar no canal do Spotify e até mesmo baixar as músicas do Playlist do empreendedor. Se inscreva no Canal do Youtube e acompanhe a coluna independente na Rádio Super FM.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

×