Home Empreendedorismo Minas Gerais fortalece o empreendedorismo

Minas Gerais fortalece o empreendedorismo

por Rodrigo Campelo
Minas Gerais fortalece o empreendedorismo

Temos muito que comemorar. Minas Gerais fortalece o empreendedorismo. De acordo com os dados da Receita Federal, divulgados pelo Sebrae, o estado cresceu 18,89% na abertura de novas empresas em comparação com ano anteriorIsso é um sinal importante para todo mundo. 

Sabe aqueles projetos engavetados durante anos? Ou aquele sonho de ter o próprio negócio? É isso que as pessoas estão colocando em prática. As pessoas que foram demitidas estão aproveitando o acerto trabalhista para investir e começar novos negócios, aproveitando principalmente a mudança no comportamento de consumo que foi imposta neste período de pandemia.  

Nunca se vendeu tantas franquias como agora. O mercado de franquias está aquecido, a negociação com pontos de venda está numa fase muito interessante. As pessoas tiveram que aprender a lidar com muitas novas situações e tem atuado de forma rápida e estratégica para expandir ou implantar seus negócios.

Esse movimento se reflete no maior volume de interessados nos modelos de microfranquias, com investimentos até 90 mil reais. Atualmente, segundo a ABF, operam no país 562 redes com modelo de microfranquia, sendo 63% puras (apenas com este modelo) e 37% mistas (com os dois modelos – Tradicional e micro franquias).

QUEM GANHA COM O FORTALECIMENTO EMPREENDEDORISMO?

Empreender é bom. Você deve estar e perguntando, quem ganha com o empreendedorismo? A resposta é simples: TODO MUNDO GANHA. A população ganha novas empresas para consumir produtos ou serviços, os empreendedores ganham ao colocar suas ideias em prática e serão remunerada por isso.

O município ganha quando com a contribuição de impostos, o Estado ganha com impostos e com redução de na estatística de desemprego que gera melhor colocação no rating do Governo Federal.

O QUE VEMOS HOJE JÁ ACONTECEU NO PASSADO

Parece que a história se repete, mas não é. Tudo é novo, tudo acontece num novo momento, mas se olharmos para trás vamos perceber que o que vemos hoje, já aconteceu no passado.

Quando a 2ª guerra terminou, o sistema de franquias iniciou o seu grande “boom” nos Estados Unidos, com a abertura de diversos negócios por soldados americanos que voltaram para suas casas sem experiência e sem emprego, porém com muita vontade de trabalhar e com necessidade de ganhar dinheiro.

Acredite, a mesma coisa está acontecendo agora por aqui. As pessoas por necessidade estão com vontade de ter o próprio negócio para o sustento da família e com uma grande vontade de ganhar dinheiro. 

DESCUBRA O SEU PERFIL EMPREENDEDOR

Para começar é importante conhecer o seu perfil empreendedor e qual o segmento que realmente tem aderência. Estude e analise com profissionais como investir. Procure o Sebrae, busque por empresas especializadas em levar o melhor conteúdo e conhecimento para te ajudar a tomar decisões assertivas. 

Tenha claro em sua mente que não basta querer. É preciso conhecer e se dedicar para que o negócio dê certo. Como diz o velho ditado, é o olho do dono que engorda os bois. É o seu olhar, sua atenção que fará o negócio dar certo.

Não pense no negócio apenas como em investimento financeiro, se for fazer a abertura de um pequeno negócio com esse pensamento, melhor procurar seu gerente de banco. As variáveis são muito grandes e incertas, mesmo quando se tem o modelo de franquias. Não existem mágicas no mundo dos negócios. Existe trabalho e dedicação.

O perfil do empresário está mudando

Uma coisa tem ficado clara. O perfil do empresário atual tem mudado de forma constante. Seja o gestor de shopping ou do pequeno negócio, o período de isolamento transformou o perfil do empreendedor. Algumas habilidades se tornaram importantes para a condução dos negócios. Como diz o velho ditado, mar calmo não faz bom marinheiro. E as tormentas vividas nesses últimos tempos fez com que muitos empresários se tornassem melhores do que já eram.

O conhecimento tem sido o grande diferencial no perfil do novo empresário. Deve conhecer do seu negócio, mas ir além, entender de pessoas e ser mais amigável. Não cabe nos dias atuais o empresário turrão, cara fechada, com o perfil cartesiano, que funciona no formato toma lá, dá cá.

além disso, é importante perceber qual o segmento que tem aderência ao perfil empreendedor. Se você é moderado, conservador ou arrojado. Se gostaria de uma loja de colchões, uma oficina mecânica ou uma operação de alimentação. Não basta apenas “achar” que se conhece, é importante testar para diminuir todo tipo de risco.

=======================================================================================================

Gostou deste conteúdo? Visite o portal, e descubra que existem muitas informações importantes que podem te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de empreender.  Compartilhe com amigos e familiares e siga a gente nas redes sociais. A Negócio e Franquias está no Instagram, no Linkedin.  Você pode se inscrever também no Canal do Youtube e assistir nossos PodCasts na Rádio Super FM.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×