Home Empreendedorismo Segmento de alimentação não é para principiante

Segmento de alimentação não é para principiante

por Rodrigo Campelo
0 comentário
Fachada da loja Koni

Atuar no segmento de alimentação não é algo para principiante. Controlar o preço de compra e o desperdício deve ser a tarefa mais árdua do segmento. Talvez por isso setor de franquias ganhe tantos adeptos.

O setor de alimentação é um dos mais fortes e consolidados do franchising brasileiro. Você e milhares de pessoas gastam com alimentação diariamente. Mas não é só para abastecer a geladeira, são gastos com alimentação fora de casa. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), um terço dos brasileiros fazem suas refeições fora de casa, em uma década, esse percentual passou de 25% para 33%.

A Culinária Oriental na Franquia

A culinária oriental sempre despertou o interesse dos brasileiros, seja pela curiosidade de uma alimentação que é diferente da qual estamos acostumados, quanto pela proximidade com que os povos orientais cultivam esse costume desde que desembarcaram como imigrantes por aqui, em meados do século 20.

Essa alimentação demorou a cair no gosto local, porém, pelo menos de uma década para cá, restaurantes voltados à gastronomia japonesa tem ganhado cada vez mais espaço no consumo das pessoas. Com isso, surgiram também novas e lucrativas oportunidades de negócios, e uma delas é a franquia de restaurante japonês.

banner

Alguns fatores mostram porque esse tipo de negócio tem feito sucesso no Brasil. Além do preparo de iguarias deliciosas, a maior parte dos pratos que compõem a gastronomia japonesa são montados com ingredientes leves e nutritivos como peixes — ricos em ômega 3 — que auxiliam no aumento dos índices de colesterol bom (HDL) no organismo.

O Grupo Trigo

O Grupo trigo tem uma história curiosa e interessante. Os sócios Eduardo Ourivio e Mário Chady estão desde 1992 envolvidos no mercado de alimentação. Ao longo de quase 30 anos tornaram pesquisadores do ramo de alimentação com faturamento bilionário. O Grupo Trigo conta atualmente com 4 marcas importantes no segmento de alimentação.

O Spoleto nasce em 1999 e foi a marca que levou o grupo a tomar gosto pelo ambiente de alimentação e de franquias. Em 2008 nasce o Koni, especializado na culinária japonesa. Em 2014 uma nova experiência traz o lançamento do restaurante japonês Gurume. E atualmente a dupla se movimenta para implantação do restaurante francês Le Bonton.

Diferenciais

O Grupo Trigo trouxe para a prática os valores pregados na empresa. Um dos valores da companhia é Caminhar lado a lado. Construir pontes em todas as situações com objetivo compartilhado. E durante a crise hídrica no Rio de Janeiro fez algo inusitado:  Colocou a venda nas lojas do Spoleto e da Koni a garrafinha de água de 500ml sendo vendidas a preço de custo.

Franquia KONI

O Koni tem uma relação interessante com quem busca alimentação saudável.  Mesmo com a informação de que a alimentação saudável será mais cara do que a alimentação não saudável a partir de 2026, o grupo está preparado para este mercado.

Tanto que a marca tem trabalhado para valorizar sua causa: a democratização da boa culinária japa, levando ao consumidor produtos com qualidade a um preço bem competitivo.

O Koni conta com mais de 100 restaurantes espalhados pelo país, e atende em média 3,5 milhões de pessoas por mês. O temaki (sushi em forma de cone, enrolado à mão com alga) é o carro chefe da franquia e conta com muitos adeptos.

Atuar no segmento de alimentação não é algo para principiante. Controlar o preço de compra e o desperdício deve ser a tarefa mais árdua do segmento. Talvez por isso setor de franquias ganhe tantos adeptos. 

Raio X da Franquia

  • Investimento médio em loja de shopping 30m² = a partir de R$ 430 mil (sem taxa)
  • Investimento médio em loja de rua 150m² = a partir de R$ 675 mil (sem taxa)
  • Faturamento médio mensal = R$ 110 mil
  • Taxa de franquia = a partir de R$ 60 mil
  • Fundo de publicidade = 2% do faturamento bruto
  • Royalties = 6% do faturamento bruto mensal
  • Margem de lucro médio = 10% a 15%
  • Prazo médio de retorno do investimento = de 36 meses a 40 meses
  • Número mínimo de funcionários por loja = 9 funcionários
  • Capital de Giro = R$ 20 mil
  • Prazo do Contrato = 5 anos

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais