Home dino Previsões para o mercado de TI para o último trimestre de 2021

Previsões para o mercado de TI para o último trimestre de 2021

por

17/9/2021 –

No início de 2020, a pandemia trouxe severas consequências para o mercado em geral. As mudanças permanecem até o fim de 2021, exigindo do mercado de TI completa reestruturação na rotina de trabalho. Segundo relatório da International Data Corporation (IDC) divulgado em 2018, apresentando as principais tendências para o mercado de TI até 2023, o avanço da tecnologia continua crescendo e alcançando novos patamares. Os caminhos perpassam a reformulação de ferramentas tecnológicas, até a utilização da nuvem como elemento-chave na infraestrutura de TI. Uma opção para empresas que ainda precisam acelerar a transformação digital da equipe com equipamentos de ponta é optar pelo outsourcing de TI.

Segundo o executivo e fundador da Aluga.com, Ricardo Marcelino, buscar se reinventar e seguir as tendências do mundo corporativo pós-pandemia, é essencial para manter a empresa no topo, “A tecnologia que usada hoje já existia antes da pandemia (vídeoconferência, softwares de colaboração, VoIP, etc.), e mesmo o home office já era a realidade em alguns lugares. Porém, a pandemia nos obrigou a mover rapidamente, literalmente da noite para o dia, em uma operação de guerra, para disponibilizar isso a todos os funcionários, tanto as soluções de softwares, como as de hardware”. O modelo que as empresas buscam seguir permeia três caminhos essenciais para os profissionais de TI: inovação, execução e mudança. Essas são as práticas que os CIOs procuram aplicar em suas equipes de tecnologia da informação.

De acordo com o relatório, desde 2019, os CIOs estão se renovando, reinventando a área de TI e buscando novas formas de trabalho. A evolução do sistema ágil de conectividade parecia prever o momento de pandemia pelo qual o mundo passaria. Hoje em dia, as equipes de TI trabalham na busca de proteger dados sigilosos através de fornecedores de nuvem, atuando em parceria com grupos de startups e buscando aprimorar o desenvolvimento de sua rotina diária.

Os cuidados em relação ao hardware (parte interna do computador), são também essenciais para atingir metas e se inovar no mercado de TI, exigindo constante atualização de equipamentos e peças que fazem o computador funcionar. Pode auxiliar com a locação de equipamentos de alta tecnologia, permitindo atenção total a outras demandas do dia. Além disso, a manutenção é um gasto muito grande e exige tempo, é possível contar com o suporte da equipe que deseja sempre manter as máquinas em perfeito estado.

As mudanças são grandes e a inovação ainda continua. O sistema de home office trouxe um novo mundo para as equipes de TI. O caminho é o foco nas alterações e o empenho de continuar se aprimorando nas atividades de rotina, pois as tecnologias estão em constante processo de desenvolvimento.

Planos e previsões arquitetados pelos CIOs e equipes de tecnologia seguem sempre para o lado tecnológico. As empresas que não se aprimorarem em questões digitais falharão em suas funções, sejam elas a administração de informações e dados para segurança dos clientes, ou manutenção de equipamentos com idade avançada. “O trabalho em home office trouxe preocupações adicionais, já que a rede nas residências não costumam ter o mesmo nível de proteção do que na empresa. Implementar soluções como criptografia, antivírus e 2FA é obrigatório, não só por questões legais advindas da LGPD, quanto para reduzir o risco da interrupção do trabalho por um problema de ransomware, por exemplo”, menciona Ricardo.

Website: https://aluga.com/

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Previsões para o mercado de TI para o último trimestre de 2021

por

17/9/2021 –

No início de 2020, a pandemia trouxe severas consequências para o mercado em geral. As mudanças permanecem até o fim de 2021, exigindo do mercado de TI completa reestruturação na rotina de trabalho. Segundo relatório da International Data Corporation (IDC) divulgado em 2018, apresentando as principais tendências para o mercado de TI até 2023, o avanço da tecnologia continua crescendo e alcançando novos patamares. Os caminhos perpassam a reformulação de ferramentas tecnológicas, até a utilização da nuvem como elemento-chave na infraestrutura de TI. Uma opção para empresas que ainda precisam acelerar a transformação digital da equipe com equipamentos de ponta é optar pelo outsourcing de TI.

Segundo o executivo e fundador da Aluga.com, Ricardo Marcelino, buscar se reinventar e seguir as tendências do mundo corporativo pós-pandemia, é essencial para manter a empresa no topo, “A tecnologia que usada hoje já existia antes da pandemia (vídeoconferência, softwares de colaboração, VoIP, etc.), e mesmo o home office já era a realidade em alguns lugares. Porém, a pandemia nos obrigou a mover rapidamente, literalmente da noite para o dia, em uma operação de guerra, para disponibilizar isso a todos os funcionários, tanto as soluções de softwares, como as de hardware”. O modelo que as empresas buscam seguir permeia três caminhos essenciais para os profissionais de TI: inovação, execução e mudança. Essas são as práticas que os CIOs procuram aplicar em suas equipes de tecnologia da informação.

De acordo com o relatório, desde 2019, os CIOs estão se renovando, reinventando a área de TI e buscando novas formas de trabalho. A evolução do sistema ágil de conectividade parecia prever o momento de pandemia pelo qual o mundo passaria. Hoje em dia, as equipes de TI trabalham na busca de proteger dados sigilosos através de fornecedores de nuvem, atuando em parceria com grupos de startups e buscando aprimorar o desenvolvimento de sua rotina diária.

Os cuidados em relação ao hardware (parte interna do computador), são também essenciais para atingir metas e se inovar no mercado de TI, exigindo constante atualização de equipamentos e peças que fazem o computador funcionar. Pode auxiliar com a locação de equipamentos de alta tecnologia, permitindo atenção total a outras demandas do dia. Além disso, a manutenção é um gasto muito grande e exige tempo, é possível contar com o suporte da equipe que deseja sempre manter as máquinas em perfeito estado.

As mudanças são grandes e a inovação ainda continua. O sistema de home office trouxe um novo mundo para as equipes de TI. O caminho é o foco nas alterações e o empenho de continuar se aprimorando nas atividades de rotina, pois as tecnologias estão em constante processo de desenvolvimento.

Planos e previsões arquitetados pelos CIOs e equipes de tecnologia seguem sempre para o lado tecnológico. As empresas que não se aprimorarem em questões digitais falharão em suas funções, sejam elas a administração de informações e dados para segurança dos clientes, ou manutenção de equipamentos com idade avançada. “O trabalho em home office trouxe preocupações adicionais, já que a rede nas residências não costumam ter o mesmo nível de proteção do que na empresa. Implementar soluções como criptografia, antivírus e 2FA é obrigatório, não só por questões legais advindas da LGPD, quanto para reduzir o risco da interrupção do trabalho por um problema de ransomware, por exemplo”, menciona Ricardo.

Website: https://aluga.com/

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×

Powered by WhatsApp Chat

×