As microfranquias cresceram 8% no Brasil de 2017 para 2018 e a procura por essa modalidade de negócio tende a aumentar cada vez mais. Mas afinal, por que as microfranquias fazem tanto sucesso?

O cenário das franquias em 2019

Sucesso Microfranquias

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) indicam que as franquias cresceram 5,9% durante o segundo trimestre deste ano, faturando R$43,12 bilhões entre abril, maio e junho.

Durante esses três meses foram registradas 159.656 operações ativas no país, confirmando mais uma vez o sucesso do franchising nacional.

Mas para atingir esse número o setor teve de passar por algumas mudanças e, aqui, devemos destacar uma grande característica do mercado de franquias: ele se adapta constantemente ao cenário econômico em que está inserido.

De uns anos para cá, o Brasil enfrenta uma grave crise financeira que teve (e ainda tem) consequências em diversos setores do país. O franchising não saiu ileso e, para sobreviver, as franqueadoras precisaram se adaptar ao novo cenário.

Por isso, diversas franqueadoras estão mesclando seus formatos de atuação e investindo em modalidades com diferentes valores de investimentos.

É aqui que entram as microfranquias: também conhecidas como franquias baratas, seu investimento inicial não passa de R$90 mil.

As microfranquias brasileiras

Segundo a ABF, no ano passado 589 redes franqueadoras possuíam modelos de microfranquias.

O segmento com o maior número de unidades nesse formato é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar.

No mesmo ano, houve um movimento curioso de grande parte das franqueadoras brasileiras: as que trabalhavam apenas com modelos de microfranquia expandiram seus formatos e passaram a oferecer modalidades acima de R$90 mil; e as que trabalhavam apenas com modelos tradicionais fizeram o contrário e passaram a oferecer modelos de microfranquias, pois notaram o potencial desse formato.

Tipos de microfranquias

As operações de microfranquias envolvem tanto redes puras quanto mistas. Redes puras são aquelas que trabalham apenas com investimento inicial de até R$90 mil.

Por outro lado, as redes mistas, além de possuir formatos com investimentos iniciais de até R$90 mil, também oferecem formatos acima de R$90 mil.

Quem investe em microfranquia

Qualquer pessoa pode investir em microfranquias, mas é notável o interesse de jovens por essa modalidade.

Justamente por seu baixo valor de investimento (algumas custam apenas R$5 mil), a microfranquia é uma possibilidade acessível para quem quer começar o próprio negócio, mas não dispõe de muito capital para isso.

Além disso, a microfranquia permite várias formas de atuação, como o home office e a possibilidade de trabalhar apenas durante as horas vagas e aos finais de semana, o que é muito interessante para os jovens que já estão em busca de uma vida estável e segura.

Vantagens das microfranquias

Como vimos, o baixo investimento é um dos principais motivos pela procura por microfranquias.

Além disso, essa modalidade possui rápido retorno de investimento e em até 24 meses é possível recuperar o dinheiro investido.

Outra vantagem é o fato da microfranquia permitir várias modalidades de atuação. Aliás, é possível abrir uma unidade em qualquer lugar.

O investimento pode ser feito em lojas de rua, shoppings, quiosques, galerias e até mesmo em casa.

Investir em microfranquias que oferecem a modalidade home office traz outro benefício ao franqueado: a possibilidade de conciliar empregos.

Sem contar que trabalhar em casa reduz (e muito) os gastos operacionais como aluguel do ponto comercial, conta de energia, etc.

Quero investir

Esse modelo de negócio chamou sua atenção, mas você ainda não sabe como investir no mercado de franquias?

Nossa equipe conta com as melhores dicas e estratégias sobre como se tornar um franqueado de sucesso, clique aqui e saiba mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here