Home Central Press Águas e efluentes serão objeto de estudo de laboratório no Paraná

Águas e efluentes serão objeto de estudo de laboratório no Paraná

Brasil já apresenta áreas semelhantes ao deserto; parceria entre Biopark Educação, Fundação Araucária e Embrapa cria espaço de pesquisa com investimentos de quase R$ 2 milhões

por Central Press
0 comentário

O Brasil já apresenta áreas com clima árido, semelhantes ao deserto, na Bahia e em Pernambuco. A informação é do Centro Nacional de Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Para chegar a essa conclusão, foram observados dados desde 1960. Como forma de auxiliar em alternativas para reduzir os danos de crises hídricas no futuro, o Biopark Educação, a Fundação Araucária e a Embrapa Aves e Suínos assinaram, nesta quarta-feira (7), um acordo de colaboração para implantação do Laboratório para Análises de Águas e Efluentes.

O acordo tem o objetivo de implantar um espaço de referência no âmbito da Unidade Mista de Pesquisa e Inovação (UMIPI), que funciona no Biopark – Parque Tecnológico instalado em Toledo, no Oeste do Paraná. Para isso, a Fundação Araucária doará R$ 1 milhão para compra de equipamentos, o Biopark Educação entrará com investimento para infraestrutura, mobiliário, bolsas e pesquisadores e a Embrapa com auxílio nos estudos.

“A água é um recurso finito e o seu reuso uma preocupação constante. Mesmo que muitas vezes ela já esteja mais limpa que a dos leitos dos rios, seu reuso ainda não é permitido. Esse laboratório trará respostas importantes sobre esse tema para toda sociedade”, afirma o presidente do Biopark, Victor Donaduzzi.

“O estudo da água é algo que pode ser utilizado por diversas cadeias e conta com uma parceria importante com a Embrapa a partir da qual competências específicas ao uso e reuso de água serão desenvolvidas”, destaca o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig.

banner

“Esse laboratório é com certeza um divisor de águas em problemas analíticos que envolvem toda a sociedade e a água e seus efluentes são uma preocupação constante”, diz o chefe adjunto administrativo da Embrapa Suínos e Aves, Darci Dambrós Junior.

O laboratório será de referência para projetos de pesquisa e desenvolvimento relacionados ao reuso de águas, necessidade mapeada como de alto interesse e importância para empresas e cooperativas da região.

Sobre o Biopark
O Biopark está localizado em Toledo, região Oeste do Paraná, em uma área de mais 5 milhões de m². Com o foco no desenvolvimento regional por meio da educação, da pesquisa e da geração de negócios, o Biopark já conta com mais de duas mil pessoas circulando diariamente em seu território. Atualmente, mais de 180 empresas já atuam no local, gerando empregos e progresso. Três instituições federais de ensino estão instaladas no Biopark, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e o Instituto Federal do Paraná (IFPR). Em 30 anos, o Biopark deve receber mais de 500 empresas, ofertar 30 mil postos de trabalho e ter população de 75 mil moradores.

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais