Home Notícias Corporativas Startup paulista fundada por mulheres ganha Prêmio Nacional de Ergonomia

Startup paulista fundada por mulheres ganha Prêmio Nacional de Ergonomia

por DINO
0 comentário

A Click Home Office, startup do interior paulista voltada para as áreas de RH (Recursos Humanos) e saúde ocupacional, acaba de receber o prêmio nacional de “Melhor Case de Ergonomia 2022”, promovido pela Associação Brasileira de Ergonomia (Abergo) – instituição que mantém as diretrizes de ergonomia no Brasil, certificando e qualificando profissionais. O prêmio foi anunciado no final de 2022 e avaliou os trabalhos científicos enviados de todo o Brasil sob os critérios de relevância, abrangência e inovação em ergonomia.

A startup iniciou em 2020, durante a pandemia de Covid-19, a partir da identificação de três empreendedoras por uma demanda crescente de pessoas com reclamações de dores e desconfortos durante o trabalho em home office. Com cerca de dois anos de operação, o negócio criado pela fisioterapeuta do trabalho Hozana Ramirez e pelas arquitetas corporativas Bruna Oliani e Luiza Santini ultrapassou a marca de cinco mil consultorias ergonômicas em todo o Brasil de forma on-line, utilizando software próprio da empresa.

Segundo dados do relatório Global Gender Gap Report 2022, do Fórum Econômico Mundial (FEM), o percentual de brasileiras à frente de seus próprios negócios cresceu 41% entre 2019 e 2020. Desde então, o Brasil ganhou mais de 30 milhões de empreendedoras, segundo indicativos do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2020, obtidos com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP). Ao todo, o país tem 52 milhões de empreendedores, 48% são mulheres, tornando o Brasil o sétimo país com o maior número de empreendedoras.

Para Hozana Ramirez, o prêmio reconhece o esforço das empreendedoras em alinhar os conhecimentos da ergonomia com a tecnologia. Segundo ela, “a mudança de modelos de negócios com base em tecnologia e nos conceitos da nova economia possibilita levar a ergonomia à casa de muitas pessoas de uma forma descomplicada e com qualidade”.

banner

A diretora técnica da Click Home Office conta que a ideia de realizar consultorias ergonômicas para o teletrabalho surgiu a partir de uma “dor” vivenciada por empresas e profissionais que tiveram que trabalhar em casa por conta da crise sanitária. Segundo um balanço da Fundação Instituto de Administração (FIA), 46% dos empreendimentos do país adotaram o teletrabalho no primeiro ano da pandemia e um grande número permaneceu nesse formato ou adotou modelo híbrido, intercalando entre trabalhar em casa e na empresa. 

“Milhões de pessoas ingressaram no home-office e tiveram que se adaptar a essa nova realidade, o que gerou a demanda de evitar problemas de dores e desconfortos, com necessidade de receber orientações do que comprar, como se posicionar e trabalhar confortavelmente com segurança, mantendo a produtividade”, afirma a especialista em ergonomia.

As principais falhas ergonômicas nos escritórios home-office

Bruna Oliani, arquiteta e diretora comercial da Click Home Office, aponta alguns erros ergonômicos recorrentes nos escritórios em casa. “A campeã das falhas são as mesas que têm gavetas ou frontões logo abaixo do tampo e não permitem que a pessoa posicione a cadeira na altura adequada para caber as pernas e os cotovelos a 90 graus em relação ao tampo da mesa”. 

Outra falha recorrente, segundo a arquiteta especializada em ambientes de trabalho, está nas cadeiras sem regulagem adequada de altura, encosto e com braço fixo e não regulável – principalmente de cadeiras “gamers” ou “presidente”, em que o braço sustenta o encosto. “Sem o ajuste da altura dos braços, geralmente o trabalhador não consegue se aproximar corretamente da mesa, pois o braço da cadeira bate na borda, o que causa um grande desconforto nos ombros, costas e pescoço, já que deixa a pessoa sem alcance adequado à mesa”.

“Muitos profissionais sentem desconfortos por conta do trabalho em posição inadequada e acabam atribuindo o problema a fatores como esporte ou falta de atividade física, e não imaginam que pode ser pela forma como estão posicionados no dia a dia. Com a avaliação, podem passar a ter mais consciência sobre a causa”, diz ela.

A cofundadora da Click Home Office ainda ressalta que o padrão ergonômico ideal é conseguir atingir uma regulagem adequada e não permanecer nela o dia todo. “Não é preciso ficar como um robô, sentado reto, pois isso também causa dores. O recomendado é alternar as posições ao longo do dia e voltar à posição neutra mais adequada assim que sentir qualquer desconforto. Notamos que muitas pessoas estão com dores por conta do home office e que geralmente pode ser resolvido com pequenos ajustes, após consulta com especialistas”, explica Bruna.

Para mais informações, basta acessar: https://clickhomeoffice.com.br/

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Newsletter

Assine nossa newsletter para novos conteúdos especializados. Mantenha-se atualizado.

©2023 Negócio e Franquia. Todos os Direitos Reservados. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais