Home Notícias Corporativas Jaquetas confortáveis melhoram desempenho no trabalho

Jaquetas confortáveis melhoram desempenho no trabalho

por DINO
0 comentário

Vestir-se confortavelmente não é apenas um aspecto essencial para o bem-estar,  mas também para produtividade no ambiente de trabalho. Essa é a constatação de uma pesquisa realizada pela Lululemon, que coletou opiniões de mais de 20 mil pessoas na Austrália, Canadá, França, Alemanha, Japão, Estados Unidos e outros países. De acordo com o levantamento, 81% dos entrevistados relataram ter melhor desempenho no trabalho quando estão vestidos com roupas confortáveis. Além disso, 76% afirmaram que as roupas casuais criam melhores conexões entre os colegas.

Entre os participantes que pertencem à geração Y, 38% dizem que considerariam deixar o emprego se um código de vestimenta rígido fosse aplicado. Nos Estados Unidos, metade dos homens desta geração cogitariam procurar outro emprego em vez de usar roupas formais.

E conforme apontam dados publicados pelo Portal Você RH, o faturamento com as vendas de ternos masculinos nos Estados Unidos caiu de US$2,2 bilhões em 2013 para US$1,9 bilhão em 2018. Em contrapartida, o tamanho do mercado global de jaquetas esportivas foi de US$2.313,1 milhões em 2020 e deve atingir US$3.640, 25 milhões até 2031, segundo um relatório da Business Research Insights.

Para Kelvin Ramos, CEO da Fort Jaquetas, confecção especializada em vestuário personalizado para empresas, esse panorama revela a necessidade de adaptação dos uniformes profissionais por parte das corporações.”É essencial que as empresas invistam em uniformes modernos, que proporcionem conforto aos funcionários, mas ao mesmo tempo reflitam a identidade da corporação”, destaca Kelvin.

banner

Uma pesquisa do site norte-americano Business of Fashion com 2.700 entrevistados demonstrou que entre aqueles que se diziam infelizes com seus empregos, 55% afirmaram que o estilo de vestuário exigido no trabalho não os representava. Entre os que disseram estar satisfeitos com sua carreira, 66% têm a liberdade de se vestir de acordo com a sua personalidade no trabalho.

Na visão  de  Kelvin Ramos, a transição para um dress code mais informal requer  um entendimento das expectativas dos funcionários, porém, é importante considerar também a imagem corporativa. “Uma boa alternativa é adotar uniformes que acompanhem as tendências da moda casual, sem deixar de lado a identidade visual da empresa. Por exemplo, as jaquetas personalizadas e outras peças de uniforme que possuam o logotipo da corporação podem proporcionar uma aparência profissional e ainda agregar ao marketing externo da empresa, já que deixará sua marca em evidência quando os funcionários estiverem utilizando essas peças”, ressalta o CEO da Fort Jaquetas.

Uma pesquisa realizada pela Halo demonstrou que uniformes elegantes e de alta qualidade podem inspirar fidelidade à marca e têm efeitos positivos e de longo prazo sobre a lucratividade de uma empresa. Além disso, a pesquisa sugere que os uniformes geram sentimentos de profissionalismo e autoconfiança nos colaboradores.

“Investir em uniformes personalizados vai muito além de simplesmente escolher uma roupa para os funcionários. É uma estratégia que reflete o compromisso da empresa com o bem-estar dos colaboradores e contribui diretamente para a imagem da corporação”, conclui Kelvin Ramos.

Para mais informações sobre a Fort Jaquetas, basta acessar: https://fortjaquetas.com.br/

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais