Home Notícias Corporativas Gartner prevê queda de 3,6% nas receitas globais de semicondutores em 2023

Gartner prevê queda de 3,6% nas receitas globais de semicondutores em 2023

por DINO

O Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, anuncia nova pesquisa que mostra que a receita global do mercado de semicondutores deverá cair 3,6% em 2023. A tendência vai na contramão do que era esperado para este ano. De acordo com a pesquisa do Gartner, a receita global de semicondutores está prevista para totalizar US$ 596 bilhões em 2023, abaixo da previsão anterior que era de US$ 623 bilhões. 

“As perspectivas de curto prazo para a receita de semicondutores pioraram”, afirma Richard Gordon, Vice-Presidente do Gartner. “A rápida deterioração da economia global e o enfraquecimento da demanda dos consumidores impactarão negativamente o mercado de semicondutores em 2023.” 

Atualmente, o mercado de semicondutores está polarizado entre os mercados voltados para consumidores ou empresas. A queda nos setores orientados para o consumo resulta do declínio na renda disponível dos clientes, causada pelo aumento da inflação e pelas taxas de juros, assim como pelo redirecionamento de gastos para outras áreas como viagens, lazer e entretenimento, impactando de forma negativa e indiretamente as compras de tecnologia. 

Por outro lado, os mercados voltados para empresas, como redes corporativas, computação corporativa, transporte industrial, saúde e comercial, estão sendo até agora relativamente resilientes, apesar da desaceleração macroeconômica iminente e das preocupações geopolíticas. 

“A força vista nos mercados voltados para empresas vem de investimentos estratégicos de corporações que buscam fortalecer suas infraestruturas para, assim, continuar apoiando sua força de trabalho em Home Office, bem como planos de expansão de negócios e estratégias contínuas de digitalização”, diz Gordon. 

Receita da indústria de memórias cairá 16% em 2023

Para o restante de 2022, o mercado de memórias testemunhará uma demanda vacilante, com estoques cheios e clientes pressionando por preços mais baixos. Como resultado, o mercado de chips de memória permanecerá estável em 2022 e deverá cair 16,2% em receitas em 2023, segundo previsão do Gartner. 

A piora das perspectivas econômicas impacta negativamente a produção de smartphones, PCs e eletrônicos de consumo, posicionando o mercado de memórias DRAM para excesso de oferta no restante do ano de 2022 e, ao menos, nos três primeiros trimestres de 2023. Especificamente para as memórias DRAM, a projeção indica queda de mais 18% em 2023, totalizando US$ 74,2 bilhões em receitas. 

A interrupção da fabricação de chips do tipo NAND, que ocorreu no primeiro trimestre de 2022, aumentou os preços e mascarou um ambiente de demanda em rápida deterioração, resultando em excesso de estoque no terceiro trimestre de 2022, o que deve continuar no primeiro semestre de 2023. A receita do setor de NAND deve aumentar 4,4%, pulando para US$ 68,8 bilhões em 2022, mas está a caminho de cair 13,7% em 2023, somando receitas de US$ 59,4 bilhões.  

“Embora a deterioração do ambiente macroeconômico enfraqueça a demanda dos consumidores, esperamos um consumo relativamente melhor de semicondutores a partir dos investimentos empresariais. Consequentemente, mercados como o industrial, infraestrutura de telecomunicações e Data Center serão menos afetados pelo sentimento e pelos gastos do consumidor no curto prazo”, destaca o analista do Gartner. 

Posts Relacionados

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

×