Home Notícias Corporativas Dados apontam que gasto com pedreiro duplica entre capitais

Dados apontam que gasto com pedreiro duplica entre capitais

por DINO
0 comentário

Os gastos médios para reformas e reparos realizadas por profissionais como pedreiros e pintores podem variar de forma significativa entre diferentes capitais brasileiras. É o que revela um levantamento conduzido pela plataforma GetNinjas.

Segundo o Relatório do Mercado de Serviços: Reformas e Reparos, moradores da capital paulista pagaram mais que o dobro por serviços de pedreiro que os residentes em Salvador. O gasto médio dos clientes da plataforma em São Paulo durante o primeiro trimestre de 2024 foi de R$ 1.278,00, frente aos R$ 553,00 registrados na capital baiana.

No levantamento, são apresentados um panorama das principais categorias que englobam essa área, como pedreiro, pintor, eletricista, vidraceiro, encanador e muitas outras. A pesquisa reúne dados internos da plataforma sobre o comportamento de consumo de serviços relacionados às Reformas e Reparos, focando nas cinco cidades com maior número de pedidos: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis e Salvador. Entre os dados que merecem destaque está o quanto os clientes gastaram em média para contratar os serviços mais populares.

No caso de pedreiro, São Paulo apresenta o maior gasto; Salvador, o menor. Rio apresenta o segundo maior valor médio, de R$ 950,00, seguido por Florianópolis (R$ 855,00) e Belo Horizonte (R$ 824,00).

banner

Thiago Gramari, diretor de Comunicação e Relação com Investidores do GetNinjas, enfatiza que a negociação de valores ocorre diretamente entre o prestador de serviços e o cliente, sem qualquer intervenção por parte do aplicativo. Ele afirma que a discrepância nos custos dos serviços de pedreiro entre as diversas capitais do Brasil pode ser atribuída a uma variedade de fatores, tais como o custo de vida e a dinâmica de oferta e demanda.

“Capitais com um custo de vida mais elevado tendem a apresentar tarifas mais altas para serviços em geral, inclusive para a mão de obra na área da construção. Isso se deve aos maiores gastos associados à habitação, transporte e outros aspectos do custo de vida. Além disso, capitais com um grande número de projetos de construção em andamento podem experimentar uma demanda mais intensa por serviços, o que pode levar a um aumento nos preços”, esclarece.

A capital paulista também apresenta o maior custo para contratação de pintor (R$ 1.118,00 por serviço) e Salvador, mais uma vez, o menor preço (R$ 442,00).

Serviços mais buscados na plataforma

Em São Paulo foram, na ordem: pedreiro, eletricista, mudanças e carretos, encanador, montador de móveis, marido de aluguel, marceneiro, pintor, vidraceiro e tapeceiro.

No Rio de Janeiro foram, na ordem: pedreiro, eletricista, mudanças e carretos, encanador, montador de móveis, marido de aluguel, marceneiro, pintor, vidraceiro e serralheria e solda.

No Belo Horizonte foram, na ordem: pedreiro, eletricista, mudanças e carretos, encanador, montador de móveis, marido de aluguel, marceneiro, pintor, vidraceiro e segurança eletrônica.

Em Salvador foram, na ordem: pedreiro, eletricista, mudanças e carretos, encanador, montador de móveis, marido de aluguel, marceneiro, pintor, vidraceiro e segurança eletrônica.

Em Florianópolis foram, na ordem: pedreiro, eletricista, mudanças e carretos, encanador, montador de móveis, marido de aluguel, marceneiro, pintor, vidraceiro e jardinagem.

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais