Home Notícias Corporativas CEO comanda turnaround com gestão Data-Driven

CEO comanda turnaround com gestão Data-Driven

por DINO
0 comentário

Em 2023, a Depyl Action, empresa especializada no mercado em depilação no Brasil, enfrentava uma crise profunda, conforme indicou uma publicação do Pequenas Empresas Grandes Negócios. A rede de franquias sofria com problemas estruturais que partiam da quebra de confiança dos franqueados até a inexistência de uma governança corporativa eficaz.

Neste cenário desafiador, a empresa procurou auxílio do executivo Dimitri Rodrigues, especializado em processos de reformulação que visam a recuperação do negócio. O empresário assumiu o leme como CEO com a missão de não apenas salvar a empresa da crise, mas também promover um crescimento sustentável.

O primeiro passo de Rodrigues foi adotar uma postura de humildade e escuta. Ele entendeu que para navegar a empresa fora da tempestade, precisava primeiro entender a profundidade e a natureza dos problemas enfrentados. Através de conversas abertas com a equipe interna e franqueados, Rodrigues mapeou os desafios e identificou oportunidades de melhoria, traçando assim o caminho para a recuperação.

“Aproveitei da minha especialidade como cientista de dados para implementar uma abordagem orientada por dados para tomar decisões críticas. Este enfoque permitiu que a empresa não apenas justificasse as mudanças necessárias com base em evidências sólidas, mas também minimizasse as resistências internas, uma vez que as decisões eram claramente apoiadas por dados”, lembra Dimitri.

banner

A estratégia de turnaround de Rodrigues focou em quatro objetivos principais, medidos através de OKRs (Objectives and Key Results): resgatar a confiança dos franqueados, aumentar a lucratividade da rede, promover a transformação digital e acelerar a aquisição de novos clientes. Cada objetivo foi cuidadosamente monitorado através de KPIs específicos, como a Nota NPS para a confiança dos franqueados e o tráfego no site para a transformação digital.

“A Depyl Action conseguiu reverter o fechamento de lojas, registrar um crescimento de faturamento de 6,5% em 2023 em comparação com o ano anterior, após 5 anos sucessivos de queda, e aumentar significativamente a lucratividade. Um caso emblemático foi o de uma franqueada no Nordeste, que viu um crescimento médio de 40% ao mês, reacendendo sua fé no negócio”, esclarece.

Rodrigues acredita firmemente na importância de tomar decisões baseadas em dados, ter uma estratégia clara e bem definida, montar uma equipe capaz de executar essa estratégia, e manter a coragem e a responsabilidade total pelas decisões tomadas. Seu conselho para outros líderes enfrentando desafios de turnaround é claro: use dados para embasar decisões, priorize o básico bem feito, tenha coragem e, acima de tudo, divirta-se no processo.

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais