Home Dino Como uma startup está ajudando as empresas na volta dos colaboradores ao escritório

Como uma startup está ajudando as empresas na volta dos colaboradores ao escritório

por

São Paulo, SP 17/2/2021 – As empresas sabem que, depois de tanto tempo de pandemia, será necessário criar atrativos para que os colaboradores voltem a utilizar o escritório.

O escritório pós-pandemia precisará ser reimaginado e passará a ser um ponto de encontro para a troca de ideias entre os funcionários, com a oferta de amenidades que promovam o bem-estar enquanto eles estiverem lá.

Em 2020, devido à quarentena resultante da pandemia de Covid-19, diversas empresas devolveram os escritórios alugados, em função da adoção do home office e da necessidade de cortar custos. Segundo dados da Aabic (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios), a desocupação dos imóveis comerciais em 2020 na cidade de São Paulo chegou a 38% do total (contra 20% em março, início da pandemia). Essa foi uma tendência vista não só entre as empresas de pequeno e médio porte (que foram responsáveis por 90% das devoluções nesse período), mas também entre grandes empresas como Latam, Banco do Brasil e Itaú Unibanco.

Agora, com o início da campanha de vacinação, as empresas preparam-se para a volta dos colaboradores ao escritório. O home office permanecerá em 2021, mas, segundo estudo da JLL, empresa multinacional que atua no segmento imobiliário corporativo, o escritório não deixará de existir. Entretanto, ele precisará ser reimaginado para acolher o colaborador que trabalhará de forma híbrida. Além da necessidade de diminuição da densidade de ocupação, o escritório de 2021 será descentralizado e passará a ser um hub para a promoção do encontro dos funcionários, com amenidades e atividades que se assemelham aos benefícios de uma associação de clube.

Uma das empresas que percebeu e está contribuindo para essa mudança é a Posher, startup paulistana que atua na prestação de serviços de beleza e bem-estar (como massagem e manicure) dentro dos escritórios, oferecidos como benefícios pelas empresas aos seus funcionários. Até 2020, a empresa vinha crescendo anualmente a taxas de dois dígitos, em função da preocupação cada vez maior das empresas com a qualidade de vida de seus colaboradores. Com o início da pandemia, a maioria de seus clientes suspendeu temporariamente os serviços no escritório. A alternativa foi transformar o negócio e oferecer aos seus clientes uma plataforma de bem-estar para quem está em home office, em que os colaboradores pudessem contar com serviços como consulta a nutricionistas, yoga ou mindfulness de forma virtual e ainda permitir que alguns de seus serviços (como manicure) fossem feitos em casa.

Para viabilizar essa transformação, a Posher investiu no desenvolvimento de uma nova tecnologia. Até então, sua plataforma gerenciava diariamente as atividades de mais de 1000 profissionais de beleza e bem-estar em cerca de 300 empresas. Os colaboradores dessas empresas usavam um aplicativo para fazer o agendamento dos serviços no próprio escritório. Com a nova tecnologia, a plataforma passou a também gerenciar as transmissões via streaming das aulas e serviços de bem-estar feitos por esses mesmos profissionais. Os colaboradores, por sua vez, passaram a usar o aplicativo da Posher para assistir a essas transmissões em home office.

Essa nova tecnologia trouxe os clientes de volta a Posher, apesar de permanecerem em casa. Por outro lado, desde o final do ano passado, a startup observa um aumento no número de contratos de serviços no escritório. “Há uma demanda crescente por empresas preocupadas em preparar seus escritórios para o retorno dos colaboradores”, diz Julio Hirose, cofundador da Posher. “As empresas sabem que, depois de tanto tempo de pandemia, será necessário criar atrativos para que os colaboradores voltem a utilizar o escritório. Algumas empresas, por exemplo, estão aproveitando a reorganização dos layouts para criar espaços de bem-estar”, complementa.

Julio concorda que o escritório jamais deixará de existir, mas passará a ser um ponto de encontro para promover a colaboração e a troca de informações e não um local fixo para a realização de tarefas. “Ao mesmo tempo, as empresas não poderão esquecer daquela parcela que estará em home office. O desafio para as empresas será promover o bem-estar do colaborador onde ele estiver e nós estamos ajudando a alcançar esse objetivo”, afirma ele.

Website: https://www.posherapp.com

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais

×