Home Empreendedorismo O shopping do futuro

O shopping do futuro

A importância dos strips malls

por Ana Raquel Lelles
0 comentário
O shopping do futuro

Os strips malls foram planejados especialmente para atender o cliente que não tem tempo. Talvez esse seja o shopping do futuro dentro de uma característica muito comum a todos nós: a pressa. Esta é a principal característica dos consumidores da nova geração, que estão sempre com o tempo no limite ou querem fazer tudo rapidinho e valorizam a otimização do tempo. Por isso, este formato de shopping é o modelo ideal para quem deseja ter bons resultados agora e no futuro também.

Com um formato que permite uma visão plana das lojas, praticidade e facilidade são os pontos mais altos dos strip malls. É bom para o cliente, que consegue otimizar o tempo, e é bom para o investidor, que coloca o empreendimento em um local privilegiado no mercado. 

Os strips malls funcionam como um “centro de conveniência” e abrigam vários setores para atender o cliente. Ou seja, tem tudo que você precisa e os investimentos não competem entre si, sendo uma grande vantagem para o empresário.  Dentro desse modelo de shopping, é possível encontrar supermercados, drogarias, livrarias, academias, cartórios, correios e até operações de alimentação e moda.

O que define o perfil do Strip Mall é a localização. Se está numa região muito adensada de escritórios, a parte de conveniência de alimentação ganha força, mas se estiver numa região residencial o foco passa a ser comodidade para atender os moradores da região ao redor.

banner

“Os strip malls são, geralmente, ancorados por um grande varejista, como um supermercado ou uma importante rede de franquia. O mix de lojas é voltado à conveniência e por isso esses empreendimentos estão localizados nos bairros e apresentam operações alinhadas às demandas cotidianas. Salão de beleza, loja de calçados, drogaria, papelaria, livraria, lanchonete, floricultura, pet shop, ótica, cafeteria e supermercados são alguns dos exemplos de lojas encontradas”
Definição de strip mall pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) 

Comumente, os strip malls estão em bairros residenciais e podem ter estacionamento gratuito, mas isso não é uma verdade absoluta, uma vez que é uma fonte de receita importante para o empreendedor. Mesmo assim, é prático e fácil. Convida o cliente sair do carro, gastar o necessário no espaço e seguir na direção de casa.  “Geralmente o consumidor frequenta esse tipo de empreendimento no caminho para casa ou para o trabalho, o que faz com que a localização do mall, que já é extremamente importante para shoppings, seja ainda mais relevante para Strip Mall‘, pontua Abrasce em relatório publicado em 2018. 

O shopping do futuroAntes da pandemia os Strips Malls não tinham tanta relevância no mercado, era vistos como um pequeno espaço comercial, entretanto, depois do período de fechamento dos grandes empreendimentos por meses, a conveniência, a entrega direta no carro, fortaleceu a relação com o consumidor. A ideia de estar a céu aberto e de ter menos chance de contágio por estar em ambientes fechados também demonstram a mudança no comportamento de consumo do cliente.

Modelo de negócios

Atualmente, os strip malls estão concentrados em sua maioria no Sudeste do País: 96% das unidades estão na região, com uma distribuição em capitais (39%); áreas metropolitanas (23%) e interior (39%). Os dados estão presentes no Censo 2020 da ABMalls, a Associação Brasileira de Strip Malls, que reúne as empresas do setor.

O shopping do futuroUm Strip Mall ocupa em média 1,5 mil a 2,5 mil m² de área bruta locável (ABL), o porte desse tipo de empreendimento é pequeno quando comparado com o dos shoppings. Os mercados ocupam uma área média de 1 mil m². Já as lojas de serviço têm, em média, de 50 a 60 m².

Procura por praticidade

Os clientes buscam strips malls por esta praticidade disponível no espaço. A variação de produtos permite que a pessoa o que quer rapidamente.  O que foi um grande salto para franquias que antes não apostavam no modelo, agora tem dado atenção e apoiado a abertura dentro dos empreendimentos.

“A comodidade da rua, a segurança do shopping, então por que não ter marcas comuns aos shoppings tradicionais? Isso tem sido um caminho sem volta”, reforça Graziella Reis, Gerente Geral do Serena Mall em Nova Lima, em Minas Gerais. O Serena com  mais de 13 anos é uma referência na região em que está localizado. Além desse ponto, a região do entorno conta com  adensamento futuro grande, de prédios residenciais, projetos corporativos e condomínios residencias, uma oportunidade para quem já mora na região e para quem ainda vai morar.

Assim, os strip malls tem um fluxo maior de frequentadores durante a semana, sendo o contrário dos shopping center. Nos últimos três anos, houve um crescimento do número de pessoas que vão ao shopping de segunda-feira a quinta-feira. Em 2019, somente 37% frequentavam, enquanto em 2022 a porcentagem aumentou para 48%. 

Outro ponto importante foi a relevância de atração de clientes aos shoppings tradicionais e nos Strips Malls. A gastronomia cresceu no último ano 15%, entretenimento cresceu 11% e serviços cresceu 8%. Mas o outro lado da mesma moeda trouxe algumas mudanças. A telefonia caiu 6%, acessórios teve queda de 7% e eletrônicos queda de 2% em relação ao ano anterior.

São diferenças pontuais entre os dois modelos de venda que impactam na escolha do cliente. Com a correria do dia a dia, poucas pessoas têm tempo e disposição para passar pelas lojas. O novo formato de consumo, que visa praticidade e rapidez, são os mais desejados pelo público. Por isso, até os shoppings centers tentam se adequar a este novo formato.

No Brasil, os 628 shoppings abertos recebem 443 milhões de visitantes por mês, gerando um faturamento de R$ 191,8 bilhões. E tem para o ano de 2023 uma projeção de venda recorde.

================================================================================================== Gostou deste conteúdo? Visite o portal, e descubra que existem muitas informações importantes que podem te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de empreender. Compartilhe com amigos e familiares e siga a gente nas redes sociais. A Negócio e Franquia está no Instagram, no Linkedin. Você pode acompanhar no canal do Spotify e até mesmo baixar as músicas do Playlist do empreendedor. Se inscreva no Canal do Youtube e acompanhe a coluna independente na Rádio Super FM.

Posts Relacionados

A riqueza do varejo brasileiro, as tendências, as melhores práticas do mercado você só encontraca na Negócio e Franquia, descubra tudo sobre FRANQUIAS, SHOPPING CENTERS, EMPREENDEDORISMO, GESTÃO, NEGÓCIOS, CULTURA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CONHEÇA AS POLÍTICAS PÚBLICAS para o mundo dos negócios.

Copyright @2024 – Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por 77Prime Labs

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Ler mais